Seguidores de Bolsonaro ameaçam de morte nordestinos que votaram em Haddad

Mensagens trocadas por seguidores de Bolsonaro nas redes sociais revelam um Brasil que sempre existiu, mas agia na calada da noite. Agora eles, motivados pelo instinto assassinado do provável futuro presidente do Brasil, estão saindo da toca e atacando pessoas de armas em punho, em tom ameaçador: ou vota no Bolsonaro ou morre! A morte do capoerista baiano que levou 12 facadas, é só um amostra grátis do que virá pela frente.

Estas postagens sem medo de esconder os autores, revelam um pouco do que será o governo Bolsonaro, em caso de vitória no dia 28 de outubro: um governo opressor, assassino, homofóbico, racista e autoritário. Será uma ditadura civil militar, com aparelhamento do Estado com o intuito de se perpetuarem no poder por décadas. Eles vão simplesmente acabar com o ativismo social e reprimir manifestações com força. Um pouco desta força vimos durante o início do governo Michel Temer, quando transformou a Esplanada dos Ministérios em uma guerra campal.

O começo de uma era de trevas está próximo. O destino da Nação estará nas mãos de opressores, pessoas sem escrúpulos, que matam brincando. O Congresso Nacional eleito em 7  de outubro totalmente alinhado com Bolsonaro, já dá o tom de como será a relação entre os poderes corrompidos.

Só um milagre salvará esta Nação. Porque, por enquanto, nem um meteoro caindo sobre o Brasil seria capaz de mudar o voto dos eleitores predestinados à morte, após 28 de outubro de 2018.

Vejam alguns prints de posts de fascistas do Rio Grande Norte. É só uma pequena amostra das milhões de postagens ameaçadoras.

 

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *